terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Nerd lists: Livros Brasileiros Fantásticos I - Vampiros

Oi, pessoal! Desde outubro estava com a ideia de fazer listas com indicações de livros nacionais dentro do meu tema favorito, o sobrenatural. Não consegui colocar isso em prática na vibe de Dia das Bruxas, mas não tem problema. Sabem por quê? Porque aqui no The Nerd Bubble é sempre hora de falar de terror Neste Especial Sobrenatural, trarei para vocês listinhas  com livros nacionais,  com internacionais e posts com um pouquinho de teoria e background "terrorístico".
Para começar, nada melhor que os queridinhos de leitores e escritores, os monstros mais bonitos da literatura contemporânea, os sanguessugas desmortos, as Crianças da Noite: os vampiros.

domingo, 15 de janeiro de 2017

[Parceiros 2017] Kate Willians

Oi, pessoal! Com este post, começo a anunciar as parcerias do The Nerd Bubble para 2017! Após algumas experiências não muito bem-sucedidas nos últimos anos, decidi reduzir o número de parceiros para poder dar atenção adequada a todos. É claro que acabei escolhendo mais autores (as) do que tinha pensado de início, mas ainda é um número menor que os de 2016. Sem mais delongas, vamos à primeira escritora que confirmou a renovação da parceria: Kate Willians!

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

[Autoria #01] Como se sentir infeliz como escritor


Oi, pessoal! Para quem não sabe, além de professora e blogueira, eu também sou escritora. É, até tive meu primeiro conto publicado em uma coletânea em outubro passado e mais dois estão à caminho. E, como escritora inciante - até diria "aspirante" ainda -, procuro sempre me aprimorar, conhecer novas estratégias e opiniões para tornar mais fácil, agradável e preciso essa processo de transformar ideias e palavras soltas em uma história coesa e interessante. Ano passado, enquanto pinnava mil e um artigos ao meu Painel do Pinterest, percebi como é mais fácil encontrar material de pesquisa em inglês do que em português. Foi aí que resolvi juntar dois projetos em um só: pedi autorização aos donos de alguns sites estrangeiros de dicas para autores para traduzi-los e postar alguns textos aqui, unindo minha vontade de ajudar meus amigos a aprimorar sua escrita e praticar minha habilidade de tradução, que não é das melhores - num certo momento da faculdade de Letras, me disseram pra não traduzir mais e obedeci; desde então ficar trocando de idiomas não é fácil para mim e por isso preciso praticar. Peço perdão desde agora para as possíveis traduções meia-boca que surgirem por aqui; prometo dar o meu melhor para fazer um trabalho bonito pra vocês, mas estou engatinhando nas traduções ainda.

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

[Resenha] As Grandes Aventuras de Daniella, de L. L. Alves

Oi, pessoal! O ano começou e nada melhor que uma resenha de um livro super especial para "abrir os trabalhos" do The Nerd Bubble 2017. Este foi um dos melhores livros que li em 2016 e foi também essencial para eu descobrir uma autoestima que nunca tive na vida. Se As Grandes Aventuras de Daniella não tivesse surgido na minha vida, meu 2016 teria sido muito pior do que já foi e Lucy, minha personagem bibliotecária e plus size, provavelmente não teria nascido. Prontos para conhecer mais sobre essa história maravilhosa?


Título:As Grandes Aventuras de Daniella 
Autora: L. L. Alves
Editora: Arwen
Páginas: 242 
Ano: 2016
Gênero: Chick-lit, romance



Sinopse: Bom, o que eu tenho a dizer sobre esta história maluca que estou prestes a contar? É simples: vocês não vão acreditar. Sério mesmo. Vai parecer loucura, com minha boca suja, dois pés esquerdos, noites inusitadas e quilinhos a mais (muito mais, mas não vamos entrar em detalhes...). Mas vou fazer o quê? É a verdade. E eu vou contar para vocês porque... Sei lá. Na verdade, eu nem devia estar contando, alguns de vocês vão se chocar.
Ainda está aqui? Bom, o risco é todo seu. Prepare-se.
Ah, é verdade, esqueci de me apresentar (típico). Meu nome é Daniella Fagundes, vinte e oito anos, namoro com o Thiago há dois anos e posso dizer que tudo está mais que perfeito! (xi, exagerei agora, né?). Também adoro comer e sou diferente de qualquer outra mulher que já tenha contado sua história para vocês. Por quê? Porque sou uma daquelas mulheres conhecida como gordinha. Sabe como é? Eles não se referem a mim como a sagaz Daniella ou a superconfiante Daniella. Sou apenas a gordinha do grupo. Sempre tem que ter um, não é?
Bom, é isso aí, acho que deu para entender. Afinal, vocês estão prestes a conhecer as minhas aventuras de autoconhecimento e de... Comece a ler, ué. Não quer perder um segundo, quer?