segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Novas parcerias: Leonardo Monte

Oi, pessoal! O escritor parceiro que venho lhes apresentar agora foi um dos primeiros que tive contato no Facebook, antes mesmo de eu ter entrado na luta pelo reconhecimento da Literatura Nacional. Com vocês, o autor de Cerberus, Leonardo Monte!

Foto -Leonardo Monte
LEONARDO MONTE

Leonardo Monte nasceu no Rio de Janeiro em 28 de dezembro de 1985. Interessou-se pela leitura desde que aprendera a ler, quando folheava os Asterix, Lucky Lucy  e os contos dos irmãos Grimm de seu pai. Passou a maior parte da infância em São Paulo e foi no Ceará (mais precisamente em Fortaleza) que Leonardo definitivamente se encontrou. Aos 20 anos, ele foi para Santa Maria, no interior do Rio Grande do Sul, fazer faculdade de Zootecnia. Em 2010, nas suas noites de insônia, Leo escreveu o primeiro volume de Cerberus: Entre Cobras e Ursos e em 2011 publicou sua obra pela Editora Novo Século, através do selo Novos Talentos da Literatura Brasileira. Após uma temporada na Dinamarca, ele retornou para Fortaleza, onde continua a escrever Cerberus e outros duas novas séries. 


SEUS ESCRITOS

CERBERUS

Entre Cobras e Ursos
Cerberus

O terror está instituído pela fome, pela doença e pela miséria humana... A esperança como uma vela de pavio curto... morrendo... aos poucos. Canibais, Calabans, Mordecais, Pashits, Ankh-o-rus, Beliahs, Banshees, licantropos e toda sorte de criaturas que antes só existiam em nossos mais terríveis pesadelos vagam pela Terra indiscriminadamente... destruindo, aterrorizando... e, às vezes, até convivendo conosco em uma relação de total dominância...
Cidades viraram ruínas... As pessoas voltaram a viver em vilarejos e feudos, sem um poder central, servindo a governantes tiranos e sanguinários que as exploram cada vez mais e mais... O medievo voltou. A era das trevas flagela novamente a Terra...
A humanidade está a ponto da extinção...
Em um ato de desespero, o Vaticano decidiu criar em diversos lugares do mundo as Academias de Caçadores... No Brasil criou-se a Cerberus...
Nesse sombrio lugar, dominado pela fé cega e padres ortodoxos, corredores escuros e úmidos, luz de velas e treinos sangrentos, calabouços e forcas, encontraremos alguns de nossos personagens: crianças doadas em suas primeiras semanas de vida para transformarem-se em caçadores de extraplanares... Passarão oito anos de duras provações até sagrarem-se dignos... ou perecerão no caminho? Os fracos não servem a Cerberus... Você está preparado? 

Para comprar o físico: http://bit.ly/1Wu9L5L (Saraiva)
                                       http://bit.ly/1iXbjac (Extra)
                                       http://bit.ly/1Jz2VTj (Amazon)
Para comprar o e-book: http://bit.ly/1iXc3wb (Amazon)

O Diabo pede Carona
O Diabo Pede Carona

"Esse não é um bom lugar pra se viver,... não mais". 
Assim Renan define os últimos meses na Cerberus. Se não bastasse Amábili ter lhe abandonado, Caio e Mônica agora têm um filho e Izidro está desaparecido.Padre Francisco é o novo diretor e a vida na academia transforma-se do dia para a noite em um grande inferno. Alunos são chicoteados até a morte, na ala dos padres os estupros são rotina e a irmandade dos cães de guerra é proibida, passando a existir secretamente...É o ano em que os Águias sem Medo se formam caçadores e precisam enfrentar sua prova de ferro: ir à cidade Grito da Viúva, resgatar o antigo diretor e tirar Francisco do poder, mas para isso terão que se aliar a um demônio, o único que sabe do paradeiro de Izidro... se ainda estiver vivo. Só que tudo piora quando entram na cidade e descobrem uma população de asseclas que defendem Rulav, um governante mordecai que consome carne humana... e se quiserem destruí-lo terão que se juntar à Resistência, uma milícia liderada por um homem duro e cego pela vingança...A união dos Águias será testada pelo ferro, pelo fogo e pelo sangue.

Nenhum comentário:

Postar um comentário